FILHOS, SEMPRE TROLLANDO OS PAIS

Incrível como um serzinho pode mudar tanto de um mês para o outro. Nas últimas semanas, a Lulu começou a pronunciar várias palavras, inclusive a temida palavra “Não”, que no começo achávamos engraçada a sua pronúncia e a carinha que ela fazia. Só que com o passar do tempo, começamos a ficar desnorteados. Ainda estamos aprendendo a lidar com o “Não” da Luísa, mas esse é um assunto para outro texto.

As birras estão começando também. A Lulu está começando a comer sozinha, “dançar” às vezes, demonstrar timidez em alguns momentos, preguicinha em outros. São tantas mudanças gostosas, que enchem eu e a minha esposa de um sentimento difícil de descrever em palavras.

Como não conseguimos descrever, queremos compartilhar esses momentos com as pessoas próximas. Ok, cheguei ao ponto que eu gostaria de comentar.

Essa semana, eu me sentia tão orgulho com a Lulu reproduzindo o som de vários animais que, diante de um amigo, falei: “Lulu, mostra pro tio, como o patinho faz?”. A Lulu ficou séria e não esboçou nenhuma reação. E eu? Fiquei com aquela cara de alface, como diria uma amiga.

Ainda tentei: “Lu, mostra pro tio, como o cavalinho faz?”.
Nada, nenhuma reação. Eu poderia pedir pra Lulu imitar a arca de Noé inteira que não sairia nada.

E o meu amigo? Se ele tivesse filhos, talvez me entenderia, mas como ele não tem, deve ter pensado: “Aff, como pai é um bicho tonto”.

Ficamos felizes de compartilhar essa evolução da nossa filha com os amigos e familiares. É algo gostoso. Mas aprendemos três coisas nestes últimos dias que também gostaríamos de compartilhar.

Primeiro: Por mais que a gente tente mostrar para as outras pessoas o quanto o nosso filho está crescendo e ficando esperto, ninguém vai conseguir sentir a sensação gostosa que os pais sentem.

Segundo: Não importa o que o seu filho fazia ontem e está fazendo hoje, o importante é você estar presente ontem e hoje para viver estes momentos, porque tudo passa tão rápido que, se piscarmos, podemos perder momentos importantes.

Terceiro: Filhos são uma raça $@%@#! Proporcionalmente ao nosso orgulho como pais, existe o prazer deles de trollarem a gente. Foi só o meu amigo virar as costas, que a Luísa mandou um: “Pata, quá quá quá!”.

Vai ter volta!! rs
Boa semana! =)

Por Fernando Strombeck

-