5 MOTIVOS PARA ABRAÇAR MUITO O SEU FILHO

Depois que eu virei pai, pode faltar leite no café da manhã, pode faltar pão, pode faltar tudo, menos um abraço bem apertado na minha filha. É meio maluco, mas quando eu começo o dia sem um abraço dela, tudo caminha de forma diferente. Quando finalizo o dia, chego em casa cansado e não recebo aquele abraço que deixa uma marquinha de baba na minha camiseta, também sinto que o dia não foi completo.

Não sei explicar, mas um simples abraço apertado da minha pequena é capaz de renovar as minhas energias e colocar tudo no lugar. Tudo com relação à minha cabeça, porque a casa segue bagunçada, como sempre.

Como diria um amigo meu:

“Um abraço de um filho pode fazer a gente economizar anos de terapia”.

Não tenho dúvida disso.

Mas você sabia que o inverso também é verdade? Que um abraço pode ajudar o seu filho de várias formas? Eu vi uma pesquisa de Huggies comentando sobre os benefícios que os abraços podem trazer para o desenvolvimento dos bebês e achei muito interessante compartilhar alguns deles com vocês:

1. Abraços promovem ganho de peso nos bebês:

Quando um bebê nasce de forma prematura, é comprovado que um colo ou um abraço, pode ajudar o bebê a ganhar peso e ter uma recuperação mais rápida.

2. Abraços melhoram nossa capacidade de enfrentar medos e desafios:

Sempre que a Luísa cai ou se machuca, a gente vai logo abraçando ela, é um meio de incentivar ela a continuar tentando e aceitar melhor esses tombos da vida.
Claro que muitas vezes por dentro nós estamos em pânico pensando no tombo que ela levou, daí quem precisa de um abraço é a gente, mas faz parte.

3. Abraços ajudam no desenvolvimento do cérebro:

Nos três primeiros anos, o cérebro do bebê se desenvolve rapidamente e o afeto de um abraço pode ajudar a controlar as emoções nesse turbilhão de transformações.

4. Abraços promovem o conforto e a segurança:

Um abraço, um colo, fazem o filho lembrar daquele momento dentro da barriga da mãe: apertadinho e quentinho. Isso passa mais segurança pro filho e inclusive, melhora o sono do bebê. A gente percebe isso, sempre que a Luísa está agitada, um abraço, um colinho, quase sempre deixa ela mais tranquila.

5. Abraços contribuem para socialização e formam indivíduos menos agressivos na vida adulta.

Só podemos dar aquilo que temos. Se fomos criados em um lar amoroso, feliz, com pais amorosos que nos deram segurança conforto, carinho e proteção, certamente nos tornaremos adultos mais felizes e saudáveis em todos os aspectos.

Então abrace o seu filho, sempre! Renove as suas energias, economize com terapia e melhore a vida dos seus filhos e a sua.

Bom final de semana.

 

(publicação patrocinada)