Os primeiros anos de vida de uma criança são muito importantes para seu desenvolvimento futuro. Será nesse período que ela construirá um vínculo com seus cuidadores e começará a desvendar o mundo. Mas, qual é a importância da presença do pai nos cuidados dos bebês? Quais os desafios e benefícios do fortalecimento desse vínculo?

Recentemente, comemoramos a aprovação do Marco Legal da Primeira Infância, que entre outras coisas garante aos pais funcionários de empresas participantes do programa ‘Empresa Cidadã’, licença-paternidade de 20 dias. Apesar disso, a importância da presença do pai nos primeiros dias, meses e anos de vida da criança, ainda é um tema que muitos desconhecem e território onde ainda há muito por se conquistar e avançar.

A principal coisa que eu aprendi com a pesquisa sobre homens que cuidam sozinhos dos filhos é que cuidado faz bem para a saúde do homem. Todos esses pais estavam mais felizes depois que eles passaram a cuidar dos seus filhos todos os dias. Se você cria oportunidades para que os homens sejam cuidadores, vamos estar beneficiando a qualidade de saúde dos pais, e consequentemente, da saúde dos filhos (Maria Luiza Carvalho, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Para responder a essas questões, a Rede Nacional Primeira Infância convidou 11 especialistas para falar sobre cuidado paterno sob diferentes óticas. Confira alguns trechos de depoimentos:

Link para todos os vídeos 

 

Fonte: Rede Nacional Primeira Infância